foto

foto
JAPÃO, AMOR PRA VIDA TODA!!!

quarta-feira, 7 de julho de 2010

TANABATA

O verão no Japão é recheado de matsuris (festivais)*

Hoje dia 7 (na verdade lá no Japão hj já é dia 8), é comemorado o TANABATA ( 七夕), ou Festival das Estrelas.



Conta a lenda que o Deus dos céus tinha uma filha, a estrela Orihime (Vega), que tecia lindas fazendas de seda para os deuses e trabalhava muito. Preocupado, Deus a apresentou a um vaqueiro muito esforçado, estrela Hikoboshi (Altair), para que se casasse e distraísse. Os dois viviam às margens do rio Amano (Amanogawa, ou via láctea).

Orihime e Hikoboshi se apaixonaram à primeira vista e passavam dias e dias passeando e brincando juntos. O namoro tomava o tempo todo das estrelas que já não cuidavam de seus afazeres, o tear ficou sujo e as vacas estavam passando fome.

Enfurecido, Deus resolveu separá-los e levou Orihime para o outro lado do Amanogawa, proibindo-os de se encontrar. O casal entristeceu de tal maneira que também não conseguia mais trabalhar. Então Deus propôs que eles se esforçassem o quanto possível durante um ano e eles teriam um único dia para se encontrar: sete de julho,ou o sétimo dia do sétimo mês. Alguns lugares no Japão comemora em agosto,acho que por causa das  férias escolares.

Esperançosos, eles voltaram ao trabalho com mais força do que antes, contando os dias para quando pudessem se ver novamente.

No primeiro encontro, fortes chuvas encheram o rio e tornaram impossível a travessia. Orihime chorava muito quando alguns pássaros vieram auxiliá-la. Carregando-a, levaram-na ao outro lado do Amanogawa para aproveitar o seu dia especial.

Se o céu estiver limpo na noite do Tanabata, é possível avistar a via láctea a olho nu, e se houver duas estrelas próximas os japoneses acreditam que seja o casal de enamorados que atende aos pedidos dos humanos. Para que eles possam ler os desejos, os bambus são colocados do lado de fora da casa junto com bolinhos de feijão doce e frutas.


Durante o Festival Tanabata é costume escrever pedidos em tiras de papéis coloridos, chamados TANZAKUS, e amarrá-los em ramos de bambus, que simbolizam a purificação. A tradição diz: “olhe para o céu e escreva o seu pedido” . Se os pedidos forem do fundo do coração, eles serão atendidos pelo casal de estrelas apaixonadas, como uma forma de gratidão pela dádiva recebida.

“A lenda diz que todos os desejos depositados nos papéis são atendidos no momento mágico do encontro entre Orihime e Hikoboshi.”



Por fim, ao término da festividade, os ramos de bambus com enfeites e tanzaku, são queimados e assim, mandados para as estrelas.



Lembro que na segunda vez que estive no Japão, a Kiyoko trouxe para nós um ramo de bambu todo enfeitado, que deveria ser nessa época do Tanabata, só que eu não sabia o que era direito, e nem sabia que era pra escrever um desejo e queimar depois...
Até achei a foto pra mostrar pra vcs  ;)
Lá no fundo no lado direito, e eu nem fiz um pedido...
 
 

Era algo mais ou menos assim:


Quase morro de raiva quando penso que não trouxe esses enfeitinhos lindos. E na verdade, nem sabia o que era Tanabata, por isso não dei o devido valor... é uma pena...é porque na verdade era tantas novidades,tantas coisas acontecendo que não dava tempo de assimilar tudo...


Essas fotos abaixo eu peguei do blog da Andreia Inoue do blog PAPIANDO, ela boazinha deixou eu   colocar aqui.
Tem vários pedidos de crianças pedindo para quando crescerem serem jogadores de beisebol, serem algum personagem de anime e outras coisas mais...






Andreia san doumo arigatou!!


Muito legal essa comemoração né? E uma história linda!
Bem que eu gostaria de estar lá agora (* ̄m ̄)

Mas tô apostando tudo no ano que vem, quem sabe né?

Vou comer um chocolate pra aumentar minha taxa de serotonina e me manter nesse pique de esperança, porque sem ela o sonho acaba...


まったね  (matta ne)* (até mais)*

(‘ー‘)/~~    

11 comentários:

andreia inoue disse...

a historia eh muitooooo linda mesmo,fiquei aqui sonhando com a sua explicacao,deu ate para visualizar,ahaha!
e com fe vcs voltarao sim,e vc ira passar por todas as comemoracoes que tanto deseja,um beijaooooo.

Felipe Nasca disse...

É legal demais essa lenda do Tanabata, né? Conheci há muito tempo de forma indireta através de um anime, bem antes de saber o que era um "matsuri".

Ironicamente, hoje que eu amo esses festivais, nunca fui no Tanabata aqui da Liberdade, sempre alguma coisa dá errado! XD

Aliás, foi o máxumo a última frase do post, eu ri muito! XD

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Corre atrás de um raminho de bambu e faz seus pedidos! Se não tiver bambu, pode colocar o papelzinho em alguma árvore que vc gosta, simbolizando!

Vai que dá tempo ainda rs...

bjs, faça seu pedido e que eles se realizem!
boa tarde

Ana - Viajar é tudibom! disse...

Muito, muito legal, fiquei aqui imaginando e até com peninha do casal! hehe
Amei conhecer mais uma historinha!!!

Bjos e uma excelente semana.

Felipe Nasca disse...

Oi, Georgia, valeu o apoio!

Então, deve haver algum problema no feed. Faz o seguinte: cancela a inscrição no meu feed e depois se inscreve de novo, só que usando o botão que tem lá no meu blog, embaixo do (lindo) selo que você me passou!

Bem que podia ter a opção "anexar chocolate" nos comentários, né? hahha

Abraço!

Yuri Anderson disse...

Oi denovo mue amor , adorei o post, nao conhecia este festival ,a historia é muito linda mesmo!
bom , um dia você vai morar no Japão , entao nao se preocupe.
ri muito com a última frase, eu te conheço tanto pelo lado nihonjin e body piercer , que esqueço que você é bióloga as vezes, eahuheauh
TE AMO!

Claudia disse...

Oi Georgia
Muito legal seu post.
Nao conhecia esta lenda, adorei.
Querida, tem selinho pra vc la no meu blog.
Grande beijo

mamãe polvo disse...

Nunca tinha ouvido falar nessa história, linda, adorei.
E eu li tudinho tá?
Poxa, e lá vc nem tchum pro bambu todo enfeitado, rsrsrsrs....
Ano que vem vc vai sim, o pensamento e as palavras têm poder!
Beijos, estamos te esperando na sexta, kkkkkk, brincadeirinha!
Mas pensa aí direitinho....

*** Yumi *** disse...

Ahhhhhh !!! Adorei ver como é lá no Japão !!!

Esse ano quero ver se consigo ir... todo ano tem na Liberdade...

Nop outro Fds tem o festival do Japão tb... q este com certeza vou.

Mas amei muito er os tanzakus originais...]

No meu casório até fiz uma replica, com os papeis e o bambu pro povo escrever pra gente... depois eu posto

Super beijocas !!!

Chris Ferreira disse...

Oi Georgia,
muito legal essa opportunidade de conhecer um pouco mais do Japão.
Adorei o conto e os origamis.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

Ai Ge..que coisa lindaaa,a historia, as fts, tudo...amei!!
adoro essas coisas do Japao..tudo tem significados,lendas, historias...é tão lindo isso!!!
Bjs!!
;-)